20 de maio de 2024

ANJD repudia as intimidações feitas por Amom Mandel contra portais de Manaus

A ANJD reforça que não vai aceitar perseguições de qualquer pré-candidato que possam usar de sua influência no Judiciário para tentar calar a imprensa

A Associação Nacional de Jornalismo Digital (ANJD) repudia às ações judiciais movidas pelo deputado federal e pré-candidato à Prefeitura de Manaus, Amom Mandel, contra os portais de notícias Portal do Generoso, Portal CM7 e Portal Laranjeiras News.

A ANJD reforça que não vai aceitar perseguições de qualquer pré-candidato que possam usar de sua influência no Judiciário para tentar calar a imprensa. O jornalismo tem o dever e o direito de informar o público de forma livre, imparcial e independente.

É de conhecimento público que a mãe de Amom Mandel é desembargadora e seu avô já foi presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas (TJAM), o que levanta preocupações sobre o uso de conexões familiares para influenciar decisões judiciais. Caso necessário, levaremos a questão ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Além disso, se o deputado Amom Mandel insistir com suas ações judiciais, a ANJD está disposta a trazer à tona denúncias feitas por um vereador de Manaus, que acusou Amom de utilizar sua influência no Tribunal de Contas do Estado (TCE) para vender favores, em função da posição de seu padrasto como conselheiro do tribunal.

A ANJD defende a liberdade de imprensa e não permitirá que quaisquer tentativas de intimidação ou perseguição abalem o trabalho jornalístico independente e transparente que os portais associados desenvolvem em prol da sociedade.

Atenciosamente,
Marcelo Generoso
Presidente da Associação Nacional de Jornalismo Digital (ANJD)

Av. Nepal, Nº 30
Qd. 105 A - Nova Cidade
Manaus - AM

Siga-nos

ANJD © 2023 .Todos os direitos reservados.